Os presidentes das duas maiores Câmaras do país trocaram convites para as festas dos respectivos santos populares e foi-lhes reconhecida uma relação muito amistosa, mesmo sendo de partidos rivais. Segundo o Semanário, a justificação está relacionada com uma recente reunião do Clube Bilderberg, onde Rui Rio e António Costa participaram.

Este fórum mundial é famoso por apostar em personalidades que, mais cedo ou mais tarde, acabam por ganhar um papel preponderante em alguns sectores, até chegarem mesmo à governação dos seus países. E ambos os autarcas estiveram na reunião em Virgínia, nos EUA, no dia 6 de Junho.

Francisco Pinto Balsemão é membro permanente do Clube Bilderberg, em 2004 estiveram lá José Sócrates e Santana Lopes (antes da crise aberta por Durão Barroso que deixou Santana no poder e, posteriormente, Sócrates), Nuno Morais Sarmento e José Pedro Aguiar Branco também já foram a uma reunião. Este ano foi a vez de Rui Rio e António Costa.

Rio à frente do PSD, Costa no comando do PS?

O presidente da Câmara Municipal do Porto foi apontado como um provável sucessor de Luís Filipe Menezes à frente do PSD e Rio chegou mesmo a dar a entender que precisava de «apagar uns fogos» no partido. Apesar do autarca não ter avançado para a candidatura, o convite para o Clube nesta altura não deve ter sido inocente. E, com Morais Sarmento e Aguiar Branco, pode mesmo passar por aqui o futuro dos sociais-democratas, seja qual for o resultado em 2009, com Manuela Ferreira Leite.

Já o autarca de Lisboa também tem perspectivas para o futuro. Com boas referências em praticamente todas as famílias socialistas, António Costa pode ser um lógico sucessor de José Sócrates na liderança do PS. O único obstáculo poderá ser nova maioria absoluta do primeiro-ministro em 2009, já que, quatro anos depois, o rotativismo daria preferência ao PSD. Mas Costa pode esperar. E, caso a maioria absoluta de Sócrates não se confirme, este poderá não estar disposto a governar e a pasta pode passar para António Costa.

Os cenários são, para já, imaginários, mas o passado do Clube de Bielderberg deixa antever mais poder para Rui Rio e António Costa.