Até às 12:00 tinham votado 12,14% de eleitores em Portugal, segundo os primeiros dados relativos à afluência às urnas divulgados pela Comissão Nacional de Eleições (CNE).

Quanto aos eleitores comunitários não nacionais, à mesma hora a afluência tinha sido de 2,55%.

As eleições europeias AO MINUTO

Nas anteriores eleições para o Parlamento Europeu, realizadas a 07 de junho de 2009, à mesma hora registava-se uma afluência de 11,8%.

Nessas eleições a abstenção foi de 63,22% (mesmo assim abaixo do valor recorde registado em 1994, 64,46%) e a taxa de abstenção dos emigrantes foi de 97,5%.

A divulgação dos resultados provisórios será conhecida a partir das 22:00, depois da hora de fecho das urnas em Itália, uma vez que a abertura do escrutínio decorre simultaneamente em todos os países de eleições da UE.

Perto de 9,7 milhões de eleitores são hoje chamados a eleger os 21 deputados portugueses no Parlamento Europeu, menos um do que há cinco anos.

No total, concorrem 16 listas, mais três do que nas europeias de 2009.

Nas eleições realizadas há cinco anos, o PSD, que agora concorre coligado com o CDS-PP, elegeu oito eurodeputados, enquanto o PS conseguiu conquistar sete lugares no Parlamento Europeu.

O BE foi a terceira força política mais votada, elegendo três eurodeputados, e o CDS-PP elegeu dois, tal como a CDU.

No total, serão eleitos 751 eurodeputados pelos 28 Estados-membros da União Europeia, que representarão cerca de 500 milhões de cidadãos da UE nos próximos cinco anos.