A presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves, disse esta quarta-feira que a morte de Manuel Seabra deixa «uma marca de tristeza indelével». Assunção Esteves considerou que o deputado do PS foi, no Parlamento, «um combatente sereno e leal».



«A morte de Manuel Seabra deixa-nos uma marca de tristeza indelével. Uma tristeza que atravessa o parlamento inteiro, lugar em que foi um combatente sereno e leal», refere Assunção Esteves, numa mensagem de pesar pelo falecimento do deputado socialista, citada pela agência Lusa.

O deputado Manuel Seabra texto, no Instituto Português de Oncologia do Porto, aos 51 anos, vítima de doença prolongada.

A presidente da Assembleia da República adianta que «a sua tarefa política, transversal e persistente, resgata-o da morte para o fazer permanecer na memória de todos como exemplo».

«À família, ao secretário-geral do Partido Socialista e ao Partido Socialista e aos amigos, o meu abraço de sentido pesar», refere ainda Assunção Esteves na mensagem.