Vítor Gaspar e a esposa decidiram ir às compras a um supermercado de Lisboa sem segurança pessoal, há cerca de duas semanas, e acabaram por viver um momento de aperto.

Segundo conta esta quarta-feira o jornal i, citando dois ex-membros do Governo, um cliente começou por fazer um comentário em voz alta, outro insultou o ex-ministro das Finanças e os seguranças do estabelecimento comercial acorreram ao local para travar os ânimos.

Enquanto Gaspar e a mulher pagavam as compras e eram encaminhados para a saída, alguns clientes cuspiram-lhes, insultaram-nos e tentaram mesmo agredi-los.

Como se ficou a saber pela sua carta de demissão, Vítor Gaspar já tencionava sair do Governo há vários meses. Quando chegou a casa após este incidente, terá telefonado imediatamente a Passos Coelho a informá-lo que estava mesmo na hora de se demitir.