Paulo Portas diz que é «vexatório e humilhante» Portugal ter de depender da troika.

Numa ação de campanha em Viseu, neste domingo, o presidente do CDS e vice-primeiro-ministro afirmou que tudo fará para que seja a última vez que o país entrega a soberania a outros.

«É vexatório, é humilhante para uma nação velha de nove séculos ter de depender daqueles que lhe emprestam dinheiro quando se está à beira de um precipício», considerou.

«Ao longo da minha vida já vi três vezes o FMI em Portugal. Que tenha sido esta a última vez que Portugal, por causa de acumular dívida e défice a mais, teve de entregar um parte da sua soberania a terceiros», desejou Portas.