Paulo Portas admitiu ser um debate «absolutamente natural» no CDS


«Não está dentro das previsões do Governo e não há nenhum problema dentro do Governo a propósito de feriados. [As palavras de Portas] não me incomodam. O CDS é um partido, faz parte da coligação, mas é natural que façam as suas avaliações e tenham as suas posições».



«Não é uma questão que tenha a ver com o Governo. A lei foi adotada em 2013 e prevê-se, num prazo máximo de cinco anos, que possa fazer-se uma nova avaliação. Não tenciono suscitar essa questão proximamente, mas teremos, nos próximos anos, a possibilidade de fazer uma avaliação dessa situação».


«não se coloca e não é uma prioridade»

«não é assunto que esteja sobre a mesa»

eventual coligação PSD-CDS para as eleições legislativas

«Faltam quase 10 meses para as eleições. Haverá uma oportunidade em que os partidos se reunirão para discutir a possibilidade de se apresentarem coligados. É uma matéria que os partidos irão avaliar no próximo ano, dentro de um timing confortável para que todos possam tomar as suas decisões atempadamente».


RTP? Passos «chuta» para o Conselho Geral Independente

parecer da ERC

«Compete ao Conselho Geral Independente o relacionamento com a RTP e resolver os problemas, quer relacionados com o plano estratégico, quer com o Conselho de Administração. Eu respeito essas competências. É uma matéria que compete ao CGI tratar, foi para isso que ele foi criado».



«A sua constituição não depende estritamente do Governo, depende também da Assembleia da República e do conselho de opinião da RTP. O CGI dará publicamente informação sobre os fundamentos da sua decisão, bem como o que pretende fazer».