A deputada do Bloco de Esquerda Ana Drago deixará a Assembleia da República a 31 de agosto, depois de mais de 11 anos como deputada e será substituída pela economista Mariana Mortágua.

Esta inforação é veiculada pela agência Lusa.

Ana Drago entrou na Assembleia da República em março de 2002, quando Durão Barroso chegou ao poder, e desde então esteve no Parlamento com cinco governos.

Ana Isabel Drago Lobato nasceu a 28 de agosto de 1975, é socióloga e membro da Mesa Nacional e da Comissão Política do Bloco de Esquerda.

Na Assembleia da República é ainda coordenadora do partido na Comissão de Economia e Obras Públicas, na X Comissão Parlamentar de Inquérito à Tragédia de Camarate e na Comissão Parlamentar de Inquérito à Celebração de Contratos de Gestão de Risco Financeiro por Empresas do Setor Público.

A deputada é ainda suplente na comissão de Orçamento, Finanças e Administração Pública e na Comissão para a Ética, a Cidadania e a Comunicação.

Ao Expresso, que avançou a notícia na sua edição de hoje, Ana Drago cita razões pessoais para deixar de ser deputada, mas diz que continuará na política, até porque é candidata a presidente da Assembleia Municipal de Lisboa nas eleições autárquicas de setembro.