Henrique Medina Carreira considera que na eventualidade de o Governo não conseguir baixar a despesa do Estado, existe o risco de o país ter sair do euro, que por sua vez levará à saída da UE e a entrada numa ditadura.

«O abandono do euro é também abandonar a União Europeia e para aqueles que pensam como eu, se sairmos da UE caminhamos lentamente para uma ditadura, porque ninguém se entende neste país, ninguém manda neste país. E se sairmos do euro e continuarmos neste estado em que cada um puxa para um lado, isto é uma feira da ladra».

No programa «Olhos nos Olhos» da TVI24, Medica Carreira teceu ainda críticas ao Tribunal Constitucional que deve ser responsável por indicar o caminho para baixar a despesa, uma vez que não deixou passar as medidas propostas pelo Governo.

«Nós temos que baixar a despesa, se o TC diz que a despesa não pode baixar onde se vai buscar o dinheiro? O Tribunal Constitucional tem de explicar onde se vai buscar o dinheiro. (...) O que o Governo deve dizer [ao TC] é: "meus caros (...) propomos baixar aqui, ali e acolá", [mas eles dizem] "não podem baixar", então "os senhores digam ao país o que vai acontecer"», afirmou ex-ministro.