É preciso negociar mais tempo e realizar as reformas estruturais. Quem o defende é Avelino de Jesus, professor no ISEG e que foi o convidado do programa «Olhos nos olhos».

Juntamente com Medina Carreira, o professor de economia defendeu que a acção do governo não tem sido um fracasso mas é insuficiente.

«Era um bom casamento o PS perceber que não é só com a economia e o Governo perceber que não é só com a despesa. Simplesmente o PS está numa campanha eleitoral desenfreada», considera Medina Carreira.

«Não só o Partido Socialista, mas o próprio Governo paulatinamente tem vindo a mudar o discurso. Do meu ponto de vista, a nossa situação é de tal forma grave que não se resolve no curto ou médio prazo. É uma tarefa de longo prazo e o primeiro tempo para tentar resolver a nossa situação é reconhecer que a ação deste Governo não foi um fracasso, mas uma insuficiência nas reformas estruturais», frisou Avelino de Jesus, considerando que o Governo deve negociar em Bruxelas «a alteração dos prazos» para o pagamento da dívida.