Constança Cunha e Sá diz que a decisão da Irlanda em prescindir de um programa cautelar «não é uma boa notícia para Portugal».

«Primeiro, porque isola Portugal, como é óbvio. Segundo, e como o próprio ministro da Presidência reconheceu, deixa de haver um ponto de referência. Ou seja, neste momento ninguém faz a mais pequena ideia do que é um programa cautelar. Sabemos que a Irlanda tem um peso negocial muito mais forte que que o de Portugal e quando a Irlanda decide voltar aos mercados sem qualquer tipo de assistência isso isola completamente Portugal. Deixa-nos sozinhos à mercê de negociações mais duras», defendeu a comentadora da TVI24, nesta quinta-feira.