João Semedo e Nuno Melo envolveram-se numa acesa discussão esta noite na TVI24.

O vice-presidente do CDS disse que a linguagem de Mário Soares foi ignóbil e que apelou à violência. João Semedo chama mentiroso a Nuno Melo e diz que ignóbil são os cortes que o governo tem feito.

«Eu acho muito curioso este comentário de João Semedo vindo de que ainda ontem esteve numa iniciativa, manifestação, como lhe queiram chamar, onde se apelou à violência», disse Nuno Melo.

«Não seja mentiroso, Nuno Melo não seja mentiroso. Isso é mentira, desculpe, o que está a dizer é mentira. Eu estive lá, mas não ouvi nenhum apelo à violência», retorquiu João Semedo.