Medina Carreira acusa o Tribunal Constitucional de «ignorância» sobre o valor que é necessário cortar nas despesas do Estado.

«O Estado está a gastar mais oito mil milhões do que pode. Como é que vão restituir-se pensões e salários? Como é que o TC vai deitar as despesas todas abaixo e não permite que isto seja mexido? Está-se aqui entalado entre muitas realidades e algumas resultam da ignorância das coisas», afirmou, na TVI24.