Manuela Ferreira Leite diz que o governo desfez o sistema de Segurança Social. Esta quinta-feira, na TVI24 a antiga ministra das Finanças considerou inadmissível que o governo mexa nos rendimentos dos pensionistas e reformados sem ter analisado primeiro as consequências e sem ter a certeza de que as medidas são constitucionais.

«Não discuto a necessidade de redução do défice, mas discuto seriamente o caminho para lá chegar, e o caminho através de medidas desta natureza, em que estamos a desfazer o sistema de segurança social, será um caminho contra o qual sempre estarei», disse a ex-ministra.

Manuela Ferreira Leite criticou a polémica com a Contribuição Extraordinária de Solidariedade (CES), nomeadamente, os problemas informáticos encontrados para que seja aplicada. A ex-líder do PSD considerou a situação «surrealista» e que representa uma «falta de consideração, respeito, pelos pensionistas» e «que é preciso não ter a mínima das noções do que é que significa tirar ao pensionista determinado montante mensal», defendeu.

«Para pessoas que contam aos euros por dia com que comem, pode significar comer um bocadito de frango ou comer só sopa com pão. Se as pessoas tivessem consciência disto não mexiam no modelo destes sem ter consciência de que não era possível mexer-se levianamente num sistema que toca com este tipo de pessoas», exemplificou Manuela Ferreira Leite.