Constança Cunha e Sá considera que o Conselho de Estado convocado pelo Presidente da República «não tinha propósito nenhum».

«Este conselho de Estado não tinha propósito nenhum. Foi uma forma de o presidente fazer uma prova de vida e vê-se pelo comunicado que não tem interesse nenhum», afirmou no seu comentário na TVI24.

A comentadora da TVI afirmou, ainda, que «todos os conselheiros» perceberam que é impossível chegar a um consenso perante o panorama político nacional.

«O comunicado é um apelo piedoso ao ideal construtivo, mas aparentemente, todos os conselheiros perceberam que tentar um consenso nesta altura, com o PS na situação em que está, e a um ano de eleições, era completamente impossível», afirmou Cunha e Sá.