Constança Cunha e Sá considerou, esta quarta-feira, no seu comentário na TVI24, que anúncio do Banco de Portugal veio confirmar aquilo que os portugueses já sabiam.

«Penso que a maior parte das pessoas já tinha percebido isso, que a austeridade veio para ficar. E que todo aquele discurso do Governo sobre o dia D, libertação da troika, um país melhor, somos soberanos, etc... era um discurso que não tinha adesão à realidade», afirmou.

A comentadora da TVI referiu ainda que o BdP «vem dizer aquilo que já foi dito pela Comissão Europeia e aquilo que o senhor Oli Rehn ontem se encarregou de explicar».

«Que Portugal tem de tomar medidas muito duras», acrescentou Constança Cunha e Sá.