Nuno Morais Sarmento pode ser candidato à presidência do PSD. O ex-vice-presidente do PSD, Nuno Morais Sarmento, afirmou esta quinta-feira que Pedro Passos Coelho é o “líder ideal agora”, mas não exclui, no futuro, vir a candidatar-se à liderança do partido.

Para Morais Sarmento, o atual líder do PSD é o líder certo agora.

Hoje sim… não sei o que lhe responderei para o ano”, respondeu.

Em entrevista à Antena 1, a duas semanas do congresso do PSD, Morais Sarmento admitiu que Passos Coelho “com enorme dificuldade, com enorme dificuldade poderá ser candidato a primeiro-ministro daqui por três anos”.

O ex-número dois de Durão Barroso no Governo disse que ainda não sabe se vai ao congresso, de 1 a 3 de abril, em Espinho, e afirmou estranhar aqueles que “negaram Passos” e “vêm agora dizer que o homem está datado”.

E quanto à hipótese de ele próprio ser candidato a presidente dos sociais-democratas, o ex-vice-presidente deixou o cenário em aberto: “No futuro não estou impedido de o ser no momento em que o entender, não há nenhuma razão para excluir isso.”

Pedro Passos Coelho é presidente do PSD desde 2010, tendo sido primeiro-ministro entre 2011 e 2015, à frente de um Governo de coligação PSD-CDS.

As diretas para a liderança do partido foram a 05 de março e Passos foi reeleito com 95% dos votos, a maior votação em qualquer eleição com candidato único no partido.