Portugal vai assumir a partir de setembro uma das vice-presidências da 69.ª sessão da Assembleia-Geral das Nações Unidas, anunciou esta terça-feira o Governo, que interpreta a eleição como «o reconhecimento pelo trabalho consistente» do país na ONU.

«Portugal foi eleito para uma das vice-presidências da 69.ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas», anunciou o ministério dos Negócios Estrangeiros, em comunicado.

A sessão, que se inicia em setembro de 2014 e se prolonga por um ano, será «particularmente importante pois fará a avaliação dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio aprovados no ano 2000 e definirá a nova agenda de desenvolvimento que será depois adotada numa cimeira global de chefes de Estado e de Governo a realizar em setembro de 2015», refere a nota.

«O Governo português congratula-se com esta eleição, que reflete o reconhecimento pelo trabalho consistente de Portugal no seio da Organização das Nações Unidas em prol da manutenção da paz e da segurança internacionais, do desenvolvimento sustentável e dos direitos humanos», sublinha o ministério de Rui Machete.