O chumbo de três artigos do Orçamento do Estado para 2014 pelo Tribunal Constitucional (TC) tem um «impacto muito significativo», reconheceu, esta segunda-feira, a ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, realçando que o Governo precisa de tempo para preparar alternativas.

«A decisão do TC tem um impacto muito significativo», afirmou aos jornalistas a governante, à margem de um evento em Lisboa, acrescentando que o Executivo de Passos Coelho não tem, neste momento, «condições» para anunciar quais são as medidas substitutas, nem se compromete com uma data para o fazer.

«Vamos precisar de tempo para preparar» as novas medidas, realçou Maria Luís Albuquerque