O Presidente da República começa esta segunda-feira a ouvir os partidos políticos com assento parlamentar sobre o Orçamento do Estado para 2019 e os pontos fundamentais do final da legislatura, que termina no próximo ano.

Durante a tarde, Marcelo Rebelo de Sousa irá receber em audiência no Palácio de Belém, em Lisboa, representantes do PAN, Os Verdes, PCP e CDS-PP. Na terça-feira serão ouvidos BE, PS e PSD.

Na semana passada, à saída de uma sessão solene na Reitoria da Universidade de Lisboa, o chefe de Estado referiu que as reuniões com os sete partidos com representação parlamentar servirão para ouvir "o que pensam acerca do Orçamento do Estado" e de "pontos de política fundamentais neste fim de legislatura".

Sublinhando que os encontros não têm como motivo “nenhuma preocupação especial”, Marcelo Rebelo de Sousa acrescentou que irá ouvir "o que pensam sobre a situação, nomeadamente, económica a nível mundial, o que pensam sobre as decisões da União Europeia a tomar nos próximos meses".

"Não é ainda o tempo - isso farei no começo do ano que vem - para ouvi-los sobre a data das eleições para a Assembleia da República", referiu, reforçando que "isso fica para o primeiro trimestre do ano que vem".

A última vez que o Presidente da República ouviu os partidos foi em fevereiro, audiências que considerou cada vez mais naturais, tranquilas e agradáveis, tendo passado a ser “um hábito” no Palácio de Belém.