O Presidente da República transmitiu esta segunda-feira a Barack Obama a sua solidariedade, assim como dos portugueses, perante o tiroteio numa discoteca de Orlando, nos Estados Unidos, que causou 50 mortos.

Assistimos, com profundo pesar, ao trágico atentado em Orlando, Flórida, que causou um número tão elevado de vítimas inocentes e que marcou todos os que partilham os valores da democracia, da promoção da paz e o respeito pelos Direitos do Homem", refere a mensagem enviada ao presidente dos Estados Unidos.

Marcelo Rebelo de Sousa transmitiu ao presidente norte-americano a "solidariedade nacional perante tão dramático acontecimento" e as "mais sentidas condolências".

Na madrugada de domingo, um homem identificado como Omar Mateen, cidadãos norte-americano de origem afegã, entrou na discoteca Pulse, em Orlando, na Florida, e abriu fogo contra os clientes, causando 50 mortos e 53 feridos.

O tiroteio está a ser investigado pelas autoridades norte-americanas como um ato de terrorismo.