O candidato do Bloco de Esquerda (BE) à Câmara da Guarda anunciou esta segunda-feira que o seu partido vai apresentar na terça-feira, no tribunal da cidade, um pedido de impugnação da candidatura liderada pelo social-democrata Álvaro Amaro.

Álvaro Amaro, que cumpre o terceiro mandato consecutivo como presidente da Câmara de Gouveia, «não pode» concorrer à presidência do município da Guarda, sustenta o cabeça de lista do BE, Marco Loureiro, com base no entendimento que o partido faz da lei de limitação de mandatos.

«Não estamos com receio do debate político» nem existe «nada no plano pessoal» contra Álvaro Amaro, salientou Marco Loureiro, que falava à agência Lusa, à margem de um jantar de apresentação das listas do BE à Câmara e Assembleia municipais da Guarda, em que participou o ex-deputado e membro da Comissão Política Nacional do partido Pedro Soares.

Trata-se de «defender princípios» e «o cumprimento da lei», insistiu o candidato bloquista.

Uma intenção que não perturba Álvaro Amado, que se candidata «para ganhar as eleições». «Não temo [que a candidatura fique em risco] e a única coisa que queremos é que o juiz analise, que o Tribunal Constitucional, se for caso disso, se pronuncie, como todo o país espera», disse hoje à agência Lusa.

«Nada me abala desde que a apresentei», garantiu o candidato.

A 18 de junho, o Tribunal Judicial da Guarda já se tinha pronunciado sobre uma providência cautelar do Movimento Revolução Branca para impedir a candidatura de Álvaro Amaro à Câmara da Guarda.

O tribunal decidiu que o Movimento Revolução Branca carecia de «legitimidade processual», por não ser titular «do direito de ação popular reivindicado», na questão sobre a candidatura de Álvaro Amaro.

Para as eleições de 29 de setembro, foram anunciados mais cinco candidatos à presidência do município da Guarda, que é atualmente liderada pelo socialista Joaquim Valente, que não se candidata ao terceiro mandato.

O PS candidata o advogado José Martins Igreja, de 57 anos, o PSD, em coligação com o CDS-PP, apresenta o atual presidente da Câmara Municipal de Gouveia, o economista Álvaro Amaro, 59 anos, e a CDU candidata o ambientalista Mário Triunfante Martins, de 70.

Concorrem ainda dois independentes: Virgílio Bento (58 anos, professor de Filosofia, ex-vice-presidente da autarquia e atual vereador sem pelouros) e Baltasar Lopes (52 anos, presidente da Junta de Freguesia de Aldeia Viçosa).