A maioria PSD/CDS-PP rejeitou hoje uma proposta da Assembleia Legislativa dos Açores para assegurar uma verba extraordinária de ajuda à Região por causa dos prejuízos causados pelos temporais de 2013.

Duas deputadas do CDS-PP, Teresa Caeiro e Isabel Galriça Neto, e os três do PSD eleitos pelos Açores, Mota Amaral, Lídia Bulcão e Joaquim Ponte, abstiveram-se na votação do diploma, chumbado pelo PSD/CDS-PP. Os restantes grupos parlamentares votaram a favor.

O diploma, que entrou no parlamento há mais de um ano, pedia apoios extraordinários para a região, por causa dos danos de 35 milhões de euros causados pelo mau tempo de março de 2013.

No debate em plenário, quarta-feira, a maioria PSD/CDS-PP propôs uma reavaliação da necessidade dessa ajuda aos Açores, argumentando que estava esgotado o objeto da iniciativa.

A deputada do PSD Lídia Bulcão, assim como Vera Rodrigues, do CDS-PP, lembraram no debate de quarta-feira que a proposta não foi apreciada nos últimos meses do ano passado por ter coincidido com os trabalhos relacionados com o Orçamento do Estado que decorriam na Assembleia da República.

Lídia Bulcão sublinhou que a proposta prevê o reforço de fundos comunitários atribuídos aos Açores em 2013, através da reprogramação das verbas do quadro comunitário que terminou em dezembro do ano passado.