A deputada do PSD Rafaela Fernandes acusou hoje o deputado e presidente do PTP, José Manuel Coelho, de «enganar» as pessoas com o objetivo de angariar assinaturas para a legalização de um novo partido.

«Este político puritano que andou a recolher assinaturas nos concelhos rurais da Madeira a pretexto de serem abaixo-assinados contra o encerramento de horários das urgências e que enganou as pessoas nessa recolha de assinaturas para, depois, fazer uma colagem no canto superior das folhas e apresentar ao Tribunal Constitucional para a constituição de um novo partido», declarou a deputada social-democrata.

«O senhor andou a enganar muita gente a subscrever abaixo-assinados contra o encerramento das urgências de alguns serviços de saúde», acrescentou.

Esta acusação, com a deputada a dizer insistentemente ter «aqui dentro essas folhas», levantou uma troca de palavras e um burburinho que levaram o presidente da Assembleia Legislativa, Miguel Mendonça, a interromper por cinco minutos a sessão parlamentar.

Decorridos os cinco minutos, os trabalhos foram retomados.