Passos Coelho considerou que o primeiro dia de pré-campanha “foi um dia cheio de emoções, mas também de grande apoio ”e que “está a ser um bom começo”.

A “maratona” de Passos Coelho e Paulo Portas levou-os a visitar este domingo à tarde, no Velódromo de Sangalhos, a mostra de Vinhos e Sabores da Bairrada.

Entre provas e degustações, Passos Coelho considerou que está a ser “um bom começo” no balanço que fez aos jornalistas dos dois primeiros dias de pré-campanha, a meio de uma jornada que levou de manhã a comitiva da coligação Portugal em Frente até Espinho e Ovar, depois a um almoço de mulheres em Vagos, e deverá terminar o dia em Albergaria, num encontro com jovens.

Os protestos em Braga, no dia anterior, foram desvalorizados pelo líder do PSD, que preferiu enfatizar as manifestações de apoio que tem recebido. “Este dia está a correr também muito bem. É o nosso segundo dia de pré-campanha. O primeiro foi muito cheio de grandes emoções, mas de grande apoio também e hoje, na esteira desse bom começo, tem sido um dia de contacto extraordinário, não apenas com o apoio mais militante dos nossos partidos mas também com a população de todo lado por onde temos passado”, disse.

A presença na mostra de vinhos de Sangalhos foi justificada por Passos Coelho com “o intuito de assinalar que é uma das áreas em que Portugal progrediu extraordinariamente, de alguns anos a esta parte”.

“Houve um esforço feito ao nível da formação dos enólogos, de investimento dos principais produtores e na qualificação de toda a matéria-prima, que permite ter hoje não apenas um bom produto, de norte a sul do país, mas também uma exportação muito significativa”, salientou.


Passos Coelho destacou o mérito das universidades, particularizando a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, para elevar a qualidade dos vinhos portugueses.

Elogiou igualmente os produtores “que investiram na qualidade dos seus produtos, portanto na qualidade das exportações”.

“Os nossos vinhos têm hoje um espaço e disputam com os melhores vinhos do mundo em qualidade e preço”, sublinhou.