não viabilizará o próximo Orçamento

"Eu não acredito que a maioria dos socialistas se reveja nesta posição", afirmou Pedro Passos Coelho, num jantar comício de pré-campanha da coligação PSD/CDS-PP para as legislativas de 04 de outubro realizado no pavilhão da Associação Empresarial da Região de Castelo Branco.




"A última coisa que fazia sentido é o voto no PS, que é um voto de pessoas que querem mudar de política, servisse depois para manter esta política. É evidente que não viabilizaremos, nem há acordo possível entre o PS e a coligação de direita", disse António Costa.


"Eu não acredito que muitos socialistas se revejam nesta maneira de tratar os portugueses, nesta maneira de tratar Portugal, depois de tudo o que aconteceu", reiterou.