A coligação PSD/CDS-PP venceu as eleições legislativas deste domingo no círculo eleitoral da Guarda, mas o PS recuperou o deputado que tinha perdido em 2011 e as duas forças políticas empataram na distribuição de mandatos.

Segundo os resultados oficiais, a coligação Portugal à Frente (PàF) é a força partidária mais votada no distrito da Guarda, com 45,59% dos votos, enquanto o PS obteve 33,78%.

Nestas eleições, o PS recuperou o segundo deputado e fica com igual número de eleitos da coligação.

O distrito da Guarda ficará representado no parlamento pelos deputados Carlos Peixoto e Ângela Guerra (PSD/CDS-PP) e Santinho Pacheco e Maria Antónia Almeida Santos (PS).

Nas eleições de hoje, o BE foi a terceira força política mais votada no distrito, com um total de 7,42% dos votos, quando em 2011 obteve 3,34%, e o PCP-PEV ficou na quarta posição, com 3,95% da votação, tendo registado no ato eleitoral anterior 3,48%.

Quanto à abstenção, no distrito da Guarda (47,71%) foi ligeiramente superior à de 2011 (46,13%).

O distrito também perdeu 8.934 eleitores em relação às anteriores eleições legislativas, contabilizando agora 163.462 inscritos, quando em 2011 tinha 172.396.