Os dados - que estão a partir de hoje disponíveis no sítio do INE na internet - "têm uma utilidade operacional muito grande", tanto para os decisores políticos como para os agentes do setor, disse Barreto Xavier.















"Muitas vezes aquela ideia das dificuldades da cultura - que existem - não significa que não haja um reconhecimento do valor dos criadores, cuja remuneração é superior à media da população", disse, ressalvando que "há questões de proteção social de quem trabalha na cultura, que têm que ser muito melhoradas".