O líder da bancada parlamentar comunista anunciou, esta quinta-feira, que o PCP vai votar contra o projeto de resolução do CDS-PP que rejeita o Programa de Estabilidade, criticando a "habilidade de última hora" de alterar o texto.

Uma proposta que associa essa intenção de rejeição do Programa de Estabilidade à recuperação de medidas com que o Governo anterior atingiu os direitos e as condições de vida dos portugueses tem que merecer, como sempre mereceu, o combate e o voto contra do PCP", anunciou João Oliveira numa declaração aos jornalistas no parlamento.

Segundo o líder da bancada comunista, "não é a habilidade de última hora do CDS com a alteração ao texto" que "pode iludir" e tentar "esconder esse objetivo de fundo de recuperar todas essas medidas de cortes e até de as intensificar".

O CDS propôs na quarta-feira a rejeição do Programa de Estabilidade e a revisão do Programa Nacional de Reformas, no sentido de "não reverter" as reformas estruturais do anterior Governo, segundo o requerimento de substituição entregue no parlamento.