"Esta história já vimos há muitos anos, estão a rodar o mesmo filme. Quem não se lembra, quando do Governo de Guterres, apareceu Durão Barroso e dizia esta coisa espantosa - 'não posso cumprir estas promessas porque o PS deixou o país de tanga'. Depois, veio Sócrates e dizia que Durão Barroso e Santana Lopes deixaram o país numa desgraça. Depois, veio Passos Coelho e Portas e disseram que o PS estragou o país, deixou-o à beira da bancarrota. Corremos o mesmo risco de ver este filme", afirmou.