Isaltino Morais, antigo presidente da Câmara de Oeiras, preso no estabelecimento prisional da Carregueira, vai encabeçar a lista do independente Paulo Vistas à Assembleia Municipal. Mesmo preso, Isaltino é candidato numa lista que até tem o seu nome - «Isaltino ¿ Oeiras mais à frente».

Citado pelo «Diário de Notícias» (DN), Paulo Vistas, quer, com o convite a Isaltino, transmitir ao eleitorado uma ideia de «continuidade» na obra mas também prestar uma homenagem. «É uma homenagem ao melhor autarca que este país conheceu», disse.

Além disso, Paulo Vistas quer desmentir ainda aquilo que classifica de «intriga», ou seja, alegados esforços que terá feito para que Isaltino renunciasse ao mandato de presidente de câmara quando foi preso. Vistas considera que Isaltino está preso «injustificadamente».