"Faltam médicos porque o senhor facilitou a sua saída, não pôs um travão à antecipação de reformas, porque os grandes hospitais privados, que o senhor protege, seriam obrigados a fechar portas se esses médicos não deixassem o SNS para ir para lá. E também nada fez para travar a emigração de médicos", declarou Helena Pinto, dirigindo-se ao ministro Paulo Macedo.






O ministro frisou que o governo conseguiu garantir a sobrevivência do SNS e que "muito se evoluiu desde o pedido de resgate à Troika".