CDS insta PSD a apresentar programa que não apresentou na campanha eleitoral





PS dá «benefício da dúvida»

«O PSD é que vai constituir governo, esperamos agora que cumpra com o seu programa de governo. É esse o benefício da dúvida que deverá ser dado e vai ser dado pelo PS»


«Há um conjunto de matérias que o PS defendeu e algumas delas estavam no programa do governo do PSD. Nós esperamos que esse conjunto de questões seja cumprido». «A nota que gostaria de dar é que o PS naturalmente será parceiro nessas matérias de interesse para a Madeira e tudo fará para que sejam efetivamente concretizadas (…) o mais rápido possível»









Resultados eleitorais

Nas eleições legislativas regionais antecipadas de 29 de março na Madeira, o PSD, agora liderado por Miguel Albuquerque, que substituiu Alberto João Jardim, conquistou a sua 11.ª maioria absoluta, obtendo 44,33% dos votos e 24 lugares no parlamento regional.

O CDS/PP foi a segunda força mais votada na região (13,69%) e conseguiu um grupo parlamentar com sete elementos, menos dois que na anterior legislatura.

A coligação Mudança (PS/PTP/MPT/PAN) ficou-se pelos 11,41% e seis deputados, o Juntos Pelo Povo que se estrearam nestas legislativas obteve cinco deputados fruto dos 10,34% dos votos, a CDU e o BE ficaram com dois representantes cada e o PND conseguiu manter o seu lugar no parlamento regional.