O cabeça de lista do PCTP/MRPP por Lisboa nas legislativas, Garcia Pereira, reiterou as críticas de parcialidade ao Presidente da República, adiantando que o seu partido ainda não se decidiu sobre o apoio a um futuro candidato.

“Ainda não tomámos decisão quanto a isso. Entendemos que os candidatos se deveriam apresentar antes da realização das eleições legislativas, de forma a que decorram num quadro em que se conheça quem vai depois estar em Belém.”

As declarações foram feitas depois de Garcia Pereira entregar a lista de candidatos a deputados, no Palácio da Justiça, em Lisboa, esta sexta-feira. O advogado não esclareceu se o partido terá um concorrente autónomo à Presidência da República.

"Uma coisa é certa: não podemos jamais voltar a ter em Belém um personagem como o personagem de Boliqueime”, disse, referindo-se à localidade de origem do atual chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva.


Garcia Pereira teceu duras críticas ao chefe de Estado, afirmando que Cavaco Silva é apenas o Presidente dos partidos que o apoiam.

“Tendo jurado defender a Constituição e devendo ser o Presidente de todos os portugueses, tornou logo claro, no discurso de tomada de posse do último mandato, que é apenas o Presidente dos membros dos partidos que o apoiam – PSD e CDS.”


Segundo Garcia Pereira, o Presidente da República, “em cada dia do seu mandato, não fez outra coisa que não violar a Constituição ou caucionar violações da Lei Fundamental por parte do Governo”.