O cabeça de lista do PS às eleições europeias, Francisco Assis, disse hoje que os socialistas querem «introduzir grandes transformações políticas na Europa», caso consigam a maioria no Parlamento Europeu e um novo presidente da Comissão Europeia.

«Se dermos um contributo para ganhar na Europa, se tivermos uma maioria clara e a partir daí um novo presidente da Comissão Europeia, nós vamos induzir grandes transformações políticas na Europa», disse Francisco Assis, num encontro com sindicalistas para assinalar o 1.º de Maio, Dia do Trabalhador.

O cabeça de lista do PS às eleições europeias adiantou que os socialistas têm também que «mudar a composição do Conselho da Europeu» ao ganharem as eleições país a país.

«Estou certo que um dos primeiros países (europeus) onde vamos ganhar as eleições e ter um primeiro governo socialista vai ser em Portugal», afirmou, dirigindo-se ao secretário-geral do PS, António José Seguro, que também participou no encontro.

Francisco Assis sublinhou que «o grande combate» atual é «o trabalho indigno».

«Há hoje muito trabalho mal remunerado, mal pago, muito trabalho em que as pessoas são barbaramente exploradas sob todos os pontos de vista e é muito fácil, em nome do combate ao desemprego, legitimar socialmente o trabalho desqualificado e sem dignidade. É isso mesmo que a direita tenta fazer em todos os países europeus», sustentou.

As eleições europeias realizam-se a 25 de maio em Portugal.