O PS começa na sexta-feira à noite, no Porto, a sua campanha para as eleições europeias, durante a qual o secretário-geral, António José Seguro, estará ao lado do cabeça de lista, Francisco Assis, nos principais momentos.

Além do jantar de sexta-feira na Alfandega do Porto - um arranque dedicado à juventude no Dia da Europa -, um segundo momento alto que juntará Seguro e Assis acontecerá no dia 17, na antiga FIL, em Lisboa, palco da Convenção Novo Rumo, iniciativa em que os socialistas pretendem apresentar as linhas gerais de um programa alternativo de Governo.

Segundo a direção dos socialistas, até ao final da campanha, António José Seguro terá uma participação regular junto de Francisco Assis, embora a periodicidade das suas presenças não esteja ainda definida.

A partir da próxima sexta-feira, a grande maioria das ações dos socialistas vai decorrer a norte do eixo Setúbal/Lisboa.

Um dia padrão de campanha do PS incluirá uma ou duas iniciativas pela manhã, um almoço com intervenção política, uma a duas iniciativas pela tarde e um jantar/comício ou sessão política à noite.

A direção do PS estima gastar cerca de um milhão de euros na campanha, verba que diz ser mais reduzida do que nas eleições de 2009.

«Faremos uma campanha contida nos gastos», declarou o secretário nacional do PS para a Organização, Miguel Laranjeiro, depois de ter salientado que os candidatos socialistas ao Parlamento Europeu já participaram «em mais de 200 ações desde 05 de março», data em que foi apresentado Francisco Assis como cabeça de lista.

Ainda esta semana, o PS apresentará o seu manifesto para as eleições para o Parlamento Europeu.