Na sequência dos ataques ocorridos em Paris, na sexta-feira à noite, Ferro Rodrigues manifestou "horror, repúdio e indignação". Esse repúdio e a homenagem às vítimas vão ser transmitidos pelo presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, na terça-feira, na Embaixada de França em Portugal, onde assinará pessoalmente o livro de condolências aberto em consequência dos ataques em Paris na sexta-feira à noite.

Fonte oficial do presidente da Assembleia da República adiantou que Ferro Rodrigues será na mesma ocasião recebido pelo embaixador francês em Lisboa.

"Além da sua componente institucional, em representação do Parlamento português, este ato do presidente da Assembleia da República tem também uma dimensão pessoal, já que Ferro Rodrigues residiu quase sete anos em Paris, quando desempenhou as funções de embaixador de Portugal na OCDE entre 2005 e 2011", referiu a mesma fonte.

"Em nome do Parlamento português quero manifestar o horror, repúdio e indignação pelos atentados terroristas de Paris e expressar a solidariedade democrática a França e aos seus representantes", escreveu Ferro Rodrigues numa mensagem enviada à agência Lusa, depois dos ataques 

Na tarde de sábado, foi desfraldada na fachada principal da Assembleia da República, em sinal de solidariedade, uma bandeira da República de França, que se manterá visível até à próxima sessão plenária, na quarta-feira à tarde.