A população de duas antigas freguesias de Paços de Ferreira colocou hoje cadeados junto às secções de voto, atrasando o início da votação, mas a GNR já normalizou a situação, disse à Lusa fonte autárquica.

De acordo com a fonte, os cadeados foram cortados pela GNR pouco antes das 9:00, nas antigas sedes das juntas de Lamoso e Codessos, apesar de algumas centenas de populares continuarem no local.

Em Lamoso, o processo eleitoral já se iniciou, embora com pouca participação.

Em Codessos, àquela hora, estavam a ser ultimados os preparativos para a abertura das secções de voto, acrescentou.

A população daquelas antigas freguesias protesta contra a recente agregação com Sanfins de Ferreira, no âmbito da reforma do poder local.

Em Sanfins de Ferreira, sede da nova freguesia, a votação decorre com normalidade.

Perto de 9,7 milhões de eleitores são hoje chamados a eleger os 21 deputados portugueses no Parlamento Europeu, menos um do que há cinco anos.

No total, concorrem 16 listas, mais três do que nas europeias de 2009.

No total, serão eleitos 751 eurodeputados pelos 28 Estados-membros da União Europeia, que representarão cerca de 500 milhões de cidadãos da UE nos próximos cinco anos.