O secretário-geral do PCP sugeriu hoje que a troika «não tem coração» e que são inúteis apelos ao bom senso de Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional.

«Por muitos ajeitamentos, declarações, a apelar quase ao coração da troika, como se a troika tivesse coração e não cifrão, para resolver. A grande linha é rebaixar salários e rebaixar pensões, particularmente do setor e da administração públicos», declarou Jerónimo de Sousa, numa ação de campanha autárquica, em Moscavide.

Hoje, à margem de uma visita ao parque tecnológico AVePark, em Guimarães, o Presidente da República, Cavaco Silva, disse esperar que as avaliações da troika iniciadas hoje «não comprometam» a recuperação da economia nacional e que tenham em «atenção» os sacrifícios que já foram pedidos aos portugueses revelando «bom senso».