O PCP vai concentrar-se em Setúbal, entre hoje e terça-feira, em jornadas parlamentares conjuntas dos deputados e eurodeputados, como um «tiro de partida» para as eleições europeias, esperando mais eleitos e percentagem de votos.

«O facto de as jornadas serem realizadas em conjunto com os deputados comunistas do Parlamento Europeu coloca também a relevância destas eleições, que teremos em breve, final de maio, um dos elementos de exigência de recuperação da nossa soberania para que, do ponto de vista dos salários e das pensões, mas também da recuperação da economia, sobretudo a valorização da produção nacional, possa haver um rumo não só de rotura com esta política, mas essencialmente de desenvolvimento do país», disse o líder da bancada comunista, João Oliveira.

Sem querer estabelecer «objetivos quantitativos», o deputado do PCP admitiu a «perspetiva de que não só é possível o reforço da Coligação Democrática Unitária (CDU) - que agrega ainda "Os Verdes" e a Intervenção Democrática - como esse reforço é essencial para dar voz às aspirações, preocupações, mas também as soluções dos problemas nacionais» no Parlamento Europeu.

«Os objetivos eleitorais em concreto passam pelo reforço da CDU, em todas as dimensões em que se disputam umas eleições, não só naquilo que tem que ver com o número de eleitos, mas também em termos de expressão eleitoral», continuou João Oliveira.

Sob o lema «Direitos, Salários e Pensões: Desenvolvimento e Soberania», os deputados e eurodeputados comunistas, João Ferreira e Inês Zuber, vão reunir-se com agricultores, agentes culturais locais, membros de autarquias e sindicatos, responsáveis de instituições de ensino e de saúde, mas também empresas do distrito sadino, dando especial atenção ao setor das pescas.

As jornadas comunistas arrancam pelas 18:00 na Casa da Baía, em Setúbal, com a presença também do secretário-geral, Jerónimo de Sousa.

À noite, várias personalidades vão intervir numa sessão denominada «desenvolvimento e soberania», numa sociedade recreativa do Seixal, além da realização de diversas reuniões com agricultores e agentes culturais locais.

Terça-feira, pela manhã e divididos em sete grupos, os parlamentares vão ter encontros com membros de autarquias, de sindicatos, responsáveis de instituições de ensino e de saúde, bem como empresas do distrito e outras entidades, nomeadamente armadores e pescadores e representantes de adegas cooperativas vinícolas.

À tarde, depois das 16:00, está prevista a conferência de imprensa de apresentação das conclusões dos dois dias de trabalho, com intervenções do líder da bancada parlamentar, João Oliveira, e de João Ferreira, cabeça de lista às eleições europeias de 25 de maio.