Rui Moreira consegue a reeleição para a Câmara do Porto e pode conseguir a maioria absoluta, segundo a projeção da Intercampus para a TVI.

O candidato independente vai conseguir entre 42 a 47 por cento dos votos, o que significa seis ou sete mandatos (os exigidos para a maioria absoluta).

Com este intervalo, Rui Moreira melhora sempre o resultado em relação há quatro anos, quando obteve 39,25 por cento dos votos.

Rui Moreira 42-47% 6-7
PS 27,7-31,7% 4-5
PPD/PSD E PPM 8,1-11,1% 1-2
PCP-PEV 5-8% 0-1
BE 4,2-7,2% 0-1

Já o socialista Manuel Pizarro obtém entre 27,7 e 31,7 por cento dos votos, ou seja, entre quatro ou cinco mandatos. Qualquer que seja o resultado final, também melhora em relação a 2013, quando conseguiu 22,68 por cento dos votos.

Álvaro Almeida, do PSD, fica-se entre os 8,1 e 11,1 por cento dos votos, com apenas um ou dois mandatos. Estes números refletem uma descida significativa em relação há quatro anos, quando Luís Filipe Menezes obteve 21,06 por cento dos votos.

A CDU, com Ilda Figueiredo, consegue entre 5 e 8% dos votos e pode eleger um vereador. Em 2013, arrecadou 7,38 por cento dos votos.

João Teixeira Lopes, do Bloco de Esquerda, fica no intervalo entre 4,2 e 7,2 por cento dos votos e também pode eleger um vereador. Este intervalo representa uma melhoria em relação às últimas autárquicas, quando o BE obteve 3,60 por cento dos votos.

Ficha técnica:

Previsão eleitoral realizada pela INTERCAMPUS para a TVI, com base em sondagens à boca-de-urna em 7 concelhos, para as eleições autárquicas de 1 de Outubro de 2017. O universo em estudo é o dos eleitores que votaram, em cada um dos concelhos. A amostra prevista é de 29100 entrevistas, variando entre 3600 e 5100 entrevistas para cada concelho. Assim, o erro de amostragem, para um intervalo de confiança de 95%, varia entre mais ou menos 1,6% e mais ou menos 1,3%; mais especificamente: Lisboa, Amostra prevista 5100, Margem de erro 1,3%; Porto, Amostra prevista 4800, Margem de erro 1,4%; Coimbra, Amostra prevista 3600, Margem de erro 1,6%; Oeiras, Amostra prevista 4000, Margem de erro 1,5%; Sintra, Amostra prevista 4050, Margem de erro 1,5%; Matosinhos, Amostra prevista 3600, Margem de erro 1,6%; Odivelas, Amostra prevista 3950, Margem de erro 1,5%.