O CDS-PP apresentou como "datas preferenciais" para a realização das eleições legislativas os dias 27 de setembro ou 04 de outubro, embora reconhecendo que seria preferível o ato eleitoral decorrer ainda em setembro.

"O CDS apresentou como datas preferenciais o dia 27 de setembro ou 4 de outubro, muito embora nos parece que a data de 27 de setembro seja talvez preferível", afirmou o vice-presidente do CDS-PP, Nuno Melo, em declarações aos jornalistas no final de uma audiência com o chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva, que está hoje a ouvir os partidos com vista à marcação da data das próximas eleições legislativas.

Nuno Melo justificou a preferência por 27 de setembro argumentando que nessa altura "a vida normal já retomou o seu ritmo", com "as pessoas a trabalhar e os alunos nas escolas", acrescenta a Lusa.


Contudo, insistiu, entre 27 de setembro e 04 de outubro, o CDS-PP tem "qualquer das datas como boas".

Desde de manhã, o Presidente da República já ouviu o partido ecologista Os Verdes, o BE e o PCP.

Os Verdes e o PCP defenderam a realização das eleições em outubro. O BE apontou as datas de 27 de setembro ou 04 de outubro como as "datas aconselháveis".

De acordo com a Constituição da República, as eleições legislativas terão de se realizar entre os dias 14 de setembro de 14 de outubro.