«Cobardes» e «gatunos», gritaram bem alto algumas dezenas de manifestantes que permaneceram em frente ao Palácio de Belém até ao final da reunião do Conselho de Estado.

«O povo unido jamais será vencido» foi também outra das palavras de ordem ouvidas no final da reunião dos conselheiros de Estado.

Os manifestantes gritavam e assobiavam enquanto saíam do palácio presidencial, pela porta principal, as viaturas em velocidade acelerada, constatou a Lusa no local.

Vários milhares de pessoas voltaram esta sexta-feira às ruas em várias cidades do país para protestar contra as medidas de austeridade enquanto os conselheiros de Estado reuniram no Palácio de Belém, em Lisboa.

O protesto com maior número de pessoas decorreu junto ao palácio presidencial, onde milhares gritaram desde as 17:00 palavras de ordem e mostraramm o descontentamento com vários cartazes contra as políticas de austeridade.