PS e PSD disputam este domingo a Assembleia de Freguesia da União das Freguesias de Alhões, Bustelo, Gralheira e Ramires, no concelho de Cinfães, numas eleições intercalares realizadas na sequência da renúncia dos membros da Junta.

Estas são já as segundas eleições intercalares: as primeiras realizaram-se a 13 outubro de 2013, devido a empate do PS com a coligação PSD/CDS-PP, tendo nesse dia sido confirmada a vitória da lista socialista.

No entanto, divergências entre os três membros da Junta de Freguesia e quatro membros da Assembleia de Freguesia levaram a que os primeiros tivessem decidido, em janeiro deste ano, pela renúncia aos seus mandatos.

Como todos os elementos que tinham concorrido pelo PS também se demitiram, foram marcadas novas eleições intercalares para hoje.

Segundo o presidente da Junta, Luís Pontes, vivia-se «uma situação um bocado delicada», porque este órgão era constituído por dois elementos do PS e um do PSD (Nelso Ribeiro, que tinha sido o cabeça-de-lista).

«O facto de ele ter vindo para a Junta nunca foi aceite pelos outros elementos do PSD. A lista de independentes tinha elegido um elemento que, na Assembleia, acabou por ficar ao lado dos outros três do PSD”, explicou, acrescentando que, dessa forma, havia «uma falsa maioria de bloqueio», que reprovou os planos de atividades para 2014 e 2015 e as contas de gerência relativas a pouco mais de um mês de 2013.

Hoje, só vão a votos duas listas: a do PS, encabeçada por Luís Pontes, e a do PSD, liderada por Abílio Pontinha, que nas últimas eleições estava em quarto lugar da lista, como noticia a Lusa.