A campanha já leva perto de 3500 quilómetros de estrada. O último que Jerónimo de Sousa fez a pé ligou a Praça do Município de Gondomar ao Largo do Souto. Uma arruada que entrou pela rua 5 de Outubro e desembocou na 25 de Abril. Esta é a rota que a CDU quer cruzar, mas de forma inversa, no próximo domingo. Pelo menos a julgar pelos apelos aos eleitores, para que prolonguem os caminhos de Abril para lá do dia das eleições. 

A caravana de campanha chegou a Gondomar vinda de um encontro com intelectuais na Cooperativa Árvore, no Porto. Aí, Jerónimo falou de cortes na cultura e na educação. Escutou poesia. Queimou um cigarro discreto entre os dedos e os lábios. Discursou com o Douro a espreitar, num terraço onde se servia vinho branco a canapés. Quase se podia ouvir o rio, ali, longe das ruas agitadas da “luta”.

Essas esperavam-no em Gondomar. Percorreu-as com várias centenas de apoiantes atrás. Procurando à frente, prosélito, que se lhe juntassem mais. 

Empurrado pelas palavras de ordem, Jerónimo de Sousa cumprimentou. Interpelou. Foi interpelado. Atropelado não foi, mas perdeu-se-lhe a vista várias vezes, entre jornalistas e populares. Saltou à vista, sim, quando fez de sinaleiro numa rotunda, detendo a comitiva com uma mão e gesticulando com outra para um automóvel passar. 

Antes, fora ele que se detivera ao pé de um autocarro urbano, que também parara, cheio de passageiros, em hora de ponta. Desviou ligeiramente a rota e esticou a mão para a mão que se lhes esticara do motorista. 

Um cumprimento cúmplice. “Saúde”, saudou. Como se tivesse na mão o volante invisível da marcha, que o seguiu até ao pequeno largo, onde o esperava o microfone de sempre desta campanha. 

O microfone que lhe tem amplificado quase sempre a mesma mensagem. “No dia 4, votem pensando nas vossas vidas”, desafiou, com um aviso: “Se eles puderem no dia 5 de outubro ter a mesma força que têm hoje, viria a segunda leva de sacrifícios, de cortes, de roubos, de exigências novas nos impostos”. 

Uma mensagem decalcada da outra mais subliminar, inscrita nas placas do nomes das ruas de Gondomar.