O Presidente da República considerou esta terça-feira que "Portugal esteve à altura das responsabilidades" da integração na União Europeia (UE), ao lançar as comemorações dos 30 anos de adesão distinguindo personalidades que "contribuíram para o sucesso" desse processo.

"A adesão de Portugal foi um contributo da maior importância para consolidar o processo democrático e para o desenvolvimento económico, cultural e científico" do país, disse Aníbal Cavaco Silva.


"Portugal esteve à altura das suas responsabilidades. Contribuiu de forma séria e construtiva para o processo de aprofundamento da integração europeia", acrescentou, salientando que as três presidências europeias que couberam ao país (1992, 2000 e 2007) "bem o demonstraram".

Cavaco Silva evocou homenagens que no passado foram feitas a cidadãos portugueses que ganharam visibilidade na integração europeia para justificar como hoje quis distinguir "mulheres e homens que, longe das luzes da ribalta, contribuíram para que o processo fosse bem sucedido".


"A todos é devido um agradecimento público do Estado português", disse.


Onze personalidades foram condecoradas na cerimónia de hoje, a que assistiram nomeadamente o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, a secretária de Estado dos Assuntos Europeus, Margarida Marques, o ex-presidente da Comissão Europeia José Manuel Durão Barroso e o ex-comissário europeu António Vitorino.

Entre os homenageados estão o antigo diretor-geral das Pescas da Comissão Europeia António Cavaco, o professor catedrático de direito público, europeu e internacional na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa Fausto de Quadros e o ex-diretor-geral das Pescas na Comissão Europeia e ministro do Mar no IX Governo José Almeida Serra, que serão condecorados como Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique.

Com as mesmas insígnias foram agraciados o diretor da direção-geral da Política Regional da Comissão Europeia, José Palma Andrés, e a antiga diretora-geral dos Assuntos Europeus e Internacionais do ministério das Finanças e secretária de Estado dos Assuntos Europeus no XIV Governo Teresa Quintela Moura.

O chefe de unidade da direção-geral de Empresas e Indústria da Comissão Europeia, Abraão de Carvalho, o antigo diretor da direção-geral de Emprego da Comissão Europeia Armindo Silva e o ex-diretor para o Desenvolvimento Rural na direção-geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural da Comissão Europeia José Manuel Sousa Uva foram condecorados como comendadores da Ordem do Infante D. Henrique.

Foram igualmente distinguidos como comendadores da Ordem do Infante D. Henrique a antiga diretora do Centro de Informação Europeia Jacques Delors Clotilde Câmara Pestana, a ex-diretora do secretariado Europa e administradora do Centro de Informação Europeia Jacques Delors Maria de Jesus da Câmara Chaves e o professor catedrático e antigo diretor do gabinete do Parlamento Europeu em Lisboa Paulo de Almeida Sande.