O líder parlamentar socialista, Carlos César, foi reeleito, nesta sexta-feira, presidente do PS, tendo obtido 914 votos favoráveis num universo de 943 delegados votantes.

Tal como em 2014, Carlos César foi novamente concorrente único ao lugar de presidente do PS, tendo a sua candidatura sido proposta pelo secretário-geral, António Costa, pelos históricos dirigentes socialistas Manuel Alegre e António Arnaut, e pela sua antecessora no cargo, Maria de Belém Roseira.

Na série de votações que antecedeu a abertura do congresso, foi também eleita por voto secreto a Comissão de Honra do 21.º Congresso Nacional do PS, cujo elenco obteve 915 votos a favor.