O PS é o partido com mais presidentes de Câmara eleitos nas autárquicas de domingo, 148, quando ainda falta apurar um concelho, Caminha (Viana do Castelo), segundo os dados da Direcção Geral de Administração Interna (DGAI) às 19:00.

O PS conseguiu 148 câmaras sozinho e uma no Funchal (em coligação), reclamando também a câmara de Caminha, que ainda falta atribuir devido a atrasos no apuramento.

A confirmar-se, o PS ficará, assim, com 150 câmaras.

O PSD, sozinho ou em coligação, conseguiu 106 câmaras: 86 em listas próprias e outras 20 em coligações (16 com o CDS-PP, duas com CDS-PP e o PPM, uma com o PPM e uma com CDS-PP, PPM e MPT).

A CDU, com um total de 34 câmaras, reconquistou alguns municípios, como Loures, Évora, Beja, Grândola e Cuba.

O CDS conseguiu vencer cinco câmaras.

O BE perdeu o único concelho que governava, Salvaterra de Magos.

Os independentes conseguiram a presidência de 13 municípios.

A abstenção foi a mais alta de sempre em autárquicas, situando-se nso 47,4%.