O Presidente de Angola termina esta quarta-feira a visita de Estado a Portugal, com um encontro com o primeiro-ministro português, presidindo os dois governantes à assinatura de uma parceria entre a Caixa Geral de Depósitos e a Sonangol, escreve a Lusa.

A chegada do Presidente da República de Angola, José Eduardo dos Santos, à residência oficial do primeiro-ministro português, José Sócrates, está prevista para as 09:00.

Angola: Cavaco quer relacionamento «mais forte»

José Eduardo dos Santos e José Sócrates presidem, de seguida, à assinatura de uma parceria entre a Caixa Geral de Depósitos (CGD) e a Sonangol para a constituição de um banco de investimentos.

De acordo com o teor do memorando, a que a agência Lusa teve acesso, o novo banco de investimentos terá lei angolana, sede em Luanda e uma filial em Portugal.

O novo banco terá um capital inicial de mil milhões de dólares norte-americanos, sendo detido em partes iguais pela CGD e pela Sonangol.

CGD e Sonangol pretendem que o novo banco crie «entidades de investimento que apoiarão e participarão em projectos de investimento do interesse do desenvolvimento da economia angolana».

Nos termos da parceria, será dada preferência a projectos promovidos por entidades empresariais angolanas, portuguesas ou parcerias luso-angolanas.

Depois da cerimónia de assinatura do memorando, o Presidente angolano e primeiro-ministro português prestarão, então, declarações à comunicação social. Pelas 11:00, José Eduardo dos Santos seguirá para Luanda.