O presidente do Grupo Parlamentar do PS afirmou hoje que os socialistas não entrarão em negociações sobre a reforma do Estado com a maioria PSD/CDS, alegando que as ideias do Governo são um retalho de propostas.

Alberto Martins falava aos jornalistas no final do primeiro dia de debate na generalidade da proposta do Governo de Orçamento do Estado para 2014, depois de interrogado sobre o motivo que leva o PS a não dialogar sobre as propostas do Governo de reforma do Estado.

«O PS está sempre disponível para discutir todas as matérias com todos os partidos. Mas esta ideia de reforma do Estado do Governo parece-nos um retalho de propostas e de soluções avulsas», disse.

De acordo com o presidente do Grupo Parlamentar do PS, a proposta do Governo de reforma do Estado não apresenta qualquer consistência ou soluções.

«O PS discute tudo. As propostas que nos são apresentadas para discutirmos damos as respostas que entendemos. No caso do Governo, a nosso ver, são inadequadas as propostas», acrescentou.