O líder parlamentar cessante do PS, Alberto Martins, considerou esta terça-feira que o ex-secretário-geral e atual vice-presidente da Assembleia da República Ferro Rodrigues «é uma excelente escolha» para lhe suceder no cargo de presidente do Grupo Parlamentar socialista.

Ferro Rodrigues aceitou o convite do candidato socialista a primeiro-ministro, António Costa, para ser o novo presidente do Grupo Parlamentar do PS, eleição que está marcada para a próxima sexta-feira.

Alberto Martins, que pediu a demissão da liderança da bancada socialista na sequência das eleições primárias de domingo, em que António Costa derrotou António José Seguro, disse aos jornalistas que «é sempre difícil falar de um amigo» como Eduardo Ferro Rodrigues.

«É um amigo de longa data. O passado e a biografia de Ferro Rodrigues falam por si. Acho uma excelente escolha», declarou Alberto Martins.

Alberto Martins e Eduardo Ferro Rodrigues estiveram envolvidos nas décadas de 1960 e de 1970 nas lutas políticas contra o regime do Estado Novo, apoiaram no PS as lideranças de Victor Constâncio e Jorge Sampaio, e foram ministros no segundo Governo liderado por António Guterres, entre 1999 e 2001.

Interrogado se Ferro Rodrigues dispõe de condições para unir os deputados da bancada socialista, Alberto Martins recusou-se a comentar.

«Essas são perguntas que farão certamente ao líder parlamentar indigitado. Após a sua eleição, estou certo que [Ferro Rodrigues] gostará de responder a essas questões», disse, acrescentando: «O que tenho a dizer é congratular-me, considerando que é uma excelente escolha», repetiu o líder parlamentar demissionário do PS.

Também o deputado socialista João Soares, que esteve ao lado de António José Seguro na disputa das primárias, elogiou a escolha de Ferro Rodrigues para a presidência do Grupo Parlamentar do PS.